sexta-feira, 16 de março de 2012

Conjunção dos Planetas em Bezerros - Pernambuco




ASSOCIAÇÃO ASTRONÔMICA DE PERNAMBUCO |A.A.P.



Por Audemário Prazeres1
               
                No último dia 13 de Março de 2012, a Associação Astronômica de Pernambuco|AAP promoveu na cidade de Bezerros, localizada na região do Agreste pernambucano, a atividade de observação do fenômeno da Conjunção dos planetas Júpiter e Vênus - que são os astros mais brilhantes vistos da Terra, depois do Sol e da Lua – com participação massiva de um público de mais de 100 pessoas.              
               Nós da Associação Astronômica de Pernambuco reunimos 18 de nossos membros, munidos de 05 (cinco) instrumentos (01 binóculos e 04 telescópios), e montamos acampamento observacional em um excelente local que foi um enorme terreno, com todas as características favoráveis para uma ótima observação, localizado nas dependências da Escola Técnica de Referência do Agreste, na cidade de Bezerros. As coordenadas do local da observação foram as seguintes: S 08°14.104’ e W 035°43.624’, estando numa elevação de 506 metros, distante do centro de Bezerros 4.83 km (medidas oriundas do GPS Garmin - E-Trex).
                A partir da larga experiência em montagem de acampamentos de observação astronômica, acumulada em 28 anos de atividades na Astronomia, aplicamos as orientações descritas no artigo: “Meteorologia: um verdadeiro “hieróglifo celeste” na mente do observador nas prévias do “acampar” astronômico”1Fomos contemplados com um verdadeiro “Céu de Brigadeiro” no Agreste de Pernambuco, o que - ao contrário do que se mostrou em outras áreas do estado, principalmente na nossa capital e entorno - conforme constatamos nas imagens de satélite abaixo.
Nessa atividade conseguimos reunir mais de 100 alunos da Escola Técnica de Referência do Agreste e demais visitantes numa observação aberta ao público. Inicialmente, e segundo nosso planejamento prévio, direcionamos nossos instrumentos para os seguintes astros:
·         Um telescópio para observação de Júpiter e seus satélites galileanos;
·         Um telescópio para Vênus, visando mostragem de sua fase;
·         Um telescópio para Marte, destacando sua calota polar;
·         Um telescópio para a grande nebulosa de Orion, nosso berçário de estrelas;
·         Um binóculo destinado ao público presente para observação das Pleiades em Touro;
Aproveito esse breve relatório, para informar à todos que nós da Associação Astronômica de Pernambuco – A.A.P., estamos antecipadamente na expectativa da grande, e rara, conjunção de Vênus e Júpiter que acontecerá em 27 de Agosto de 2016. Nessa ocasião, os planetas vão ficar em superposição quase total. Permitam-me dizer, na brincadeira, que será dessa vez que o planeta Vênus terá satélites, pois no nosso ângulo veremos satélites de Júpiter ao lado de Vênus.

Membros da A.A.P., que se fizeram presentes durante a Conjunção:

·         Prof. Audemário Prazeres;
·         Roberto Carlos;
·         José Mateus;
·         Alisson Santos;
·         Daiane Ferreira;
·         Luzia Bezerra;
·         Tânia Gomes;
·         Luana Gabrielle
·         Edir Ferreira;
·         Maria Luana;
·         Anthonny Ewerton;
·         Gabriela Gaby;
1Presidente-Fundador da Associação Astronômica de Pernambuco – A.A.P., em 1985; Co-Fundador e Conselheiro do EINA – Encontro Interestadual Nordestino de Astronomia; Co-Fundador da Revista Macrocosmo; Coordenador da primeira equipe do Brasil a redescobrir e fotografar o Cometa Halley em sua última aparição; Único observador, com visão direta ao telescópio, de um fenômeno Transnetuniano, que foi a Ocultação do asteróide Varuna; Ex-Presidente da Sociedade Astronômica do Recife – S.A.R.; Professor de Metodologia Científica da Escola Técnica do Agreste de Pernambuco.
NOTA: Agradecemos a Escola Técnica de Referência de Bezerros por ceder seu espaço para essa realização da Observação Pública da A.A.P.



Nenhum comentário:

Postar um comentário